Spider-Man: Homecoming

Spider-Man Homecoming.png

Sinopse: Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

O filme começa com uma pegada mais brincalhona, mais infantil, afinal, o nosso novo Homem-Aranha tem apenas 14 anos. Se eu fiquei preocupada durante o filme? O tempo todo.

Por que alguém daria uma roupa multi-high-tech para uma criança!?

O guri tem 14 anos e com todos os problemas que acompanham essa maravilhosa idade, ele tem que se preocupar em salvar o mundo. Great! Nada de ruim pode sair disso, não é mesmo? Ainda mais quando o citado adolescente tem como modelo o Homem de Ferro.

Tony, eu te amo, de verdade, mas pelamor… Você praticamente criou um monstro!

Voltando ao Peter.

Tom Holland é um ator fantástico, fenomenal! Eu fiquei completamente apaixonada com sua versão do Homem-Aranha, desde o Vingadores: Guerra Civil. É muito legal ver o struggle de Peter Parker/Homem-Aranha. O Tom vende muito bem esse personagem adolescente.

Que faz as piores escolhas possíveis enquanto tenta fazer as escolhas certas. Eu achei que existiria um limite para as más ideias que ele tinha, mas não. Fui impressionada a cada cena.

Detalhe: Karen melhor personagem. ❤

4/5 estrelas.

E a segunda cena pós-crédito é a melhor cena pós-crédito da história das cenas pós-crédito. MARVEL se superou dessa vez. ❤

Advertisements

Logan

 

Logan

Sinopse: Em um futuro próximo, um cansado Logan cuida do doente Professor Xavier em um esconderijo na fronteira mexicana. Mas as tentativas de Logan de se esconder do mundo e de seu legado são interrompidas com a chegada de uma jovem mutante, perseguida por forças sombrias.

Quando digo que este ano está sendo o ano para quebrar preconceitos e paradigmas, nem eu imaginava que seriam tantos.

Finalmente assisti ao Logan, último filme em que Patrick Stewart e Hugh Jackman atuaram como seus personagens Charles e Logan. E, devo dizer que, me emocionei muito mais do que imaginei que emocionaria com o filme.

Para quem cresceu assistindo aos desenhos e filmes dos X-men, bateu um certo desespero e tristeza em saber que esses atores não mais interpretarão esses personagens, eles são mais do que meros atores – até porque são atores mais do que fantásticos – eles se tornaram seus personagens.

Mas, enfim… Momento tristeza deixado de lado, preciso dizer o motivo pelo qual demorei tanto para assistir ao filme. E voltamos com tudo para o meu problema de ler a HQ.

Quando a Bruna me emprestou a HQ Old Man Logan, que conta a última história sobre o nosso X-men favorito, já imaginei que quando saísse o filme eu não gostaria dele. Afinal, a Fox não tem direitos sobre os outros personagens que aparecem na HQ – Bruce Banner, Hawkeye e outros mutantes – então já esperava que mudassem a história completamente.

E, como já disse e repito, não gosto muito quando os filmes são muito diferentes da história original. E por não gosto muito eu quero dizer que eu odeio essas adaptações.

Então, sim, evitei assistir quando lançou e adiei esse momento o máximo possível, na tentativa de esquecer o suficiente da história original para poder assistir ao filme sem esperar nada.

Acontece que não consegui esquecer, obviamente. Minha mente é simplesmente muito fantástica para guardar os detalhes mais estúpidos das histórias que eu leio agora, medicina que é bom…

E mesmo assim, eu adorei esse filme.

Sim, a história é diferente, não houve a guerra entre os mutantes, não houve divisão dos Estados Unidos entre os mutantes vencedores, não existe um Bruce Banner filho da puta que extorque dinheiro das pessoas que moram no seu lado do país, e não houve assassinato da família do Logan, ou o pedido de ajuda do Hawkeye para encontrar sua filha.

Mas mesmo tendo-se criado uma história completamente nova e diferente da original, ela foi consistente com os personagens, e foi consistente em sua própria narrativa.

No começo achei a ideia de uma filha para o Logan simplesmente demais. Algo muito forçado, ainda mais com o clone e todo o resto, mas… Aí me lembrei que a história inteira de Old Man Logan é baseada na vontade do Wolverine de conseguir dinheiro para salvar sua família das garras dos Banner. E, além disso, há também o desenvolvimento do relacionamento deles.

Afinal, para quem faz experimentos em mutantes colocando adamantium em seu esqueleto, não é muito fora da realidade pensar que poderiam criar mutantes no laboratório, não é mesmo?

All in all, eu ri, eu chorei e eu simplesmente adorei esse filme. 4/5 estrelas.

Loki

Loki.jpg

Acho que já disse algumas vezes por aqui que sou apaixonada pelo Loki, então, quando vi a HQ que conta a versão dos fatos do ponto de vista do Loki, não tive condição de deixar de comprar.

Como é bem possível imaginar, o Loki do universo cinematográfico Marvel é muito mais legal maoe? que o Loki dos quadrinhos. Mesmo assim, adorei ver que nessa história o Loki nem é assim tão filho da puta.

E eu fiquei com dózinha dele.

3/5 estrelas.

Doutor Estranho

dr-estranho

Assisti este filme já há algum tempo e duas vezes em um mesmo fim de semana, mas continuo o levando dentro do meu coração.

Meu primeiro contato com Doutor Estranho não foi com os quadrinhos á vá e, incrivelmente, também não foi com este filme. Em algum momento deste ano, em um dos fins de semana que passei em Goiânia, meu sobrinho me chamou para assistir uma animação na Netflix. E nela havia um discípulo do Doutor. Se não me engano, o Doutor Estranho até aparece por alguns segundos na animação. E não, eu não me lembro do nome da animação.

MAS ME LEMBRO DO DOUTOR!

De qualquer forma, já sabia que no universo do Doutor Estranho havia manipulação da realidade, magia e essas coisas. Então não fui esperando ver super poderes ao estilo Vingadores.

Outra coisa que posso dizer – além da minha falta óbvia de conhecimento sobre a personagem – é que eu sou uma Cumberbitch. O que significa que eu adoro o Benedict Cumberbatch como ator, como pessoa, como delícia. O que significa que fui ao cinema já esperando mais uma atuação maravilhosa dele. Ask and you shall receive.

Eu adorei tudo nesse filme, absolutamente tudo. Ele com certeza entrou no meu Top 10 Filmes MARVEL. ❤

A única coisa que eu não curti muito e preparem as pedras para jogar em mim foram os efeitos especiais. Não é que eles foram ruins, muito pelo contrário, mas eu passei mal. Fiquei tonta e embrulhou meu estômago aquela quantidade absurda de caleidoscópios, ainda mais durante a passagem dos créditos.

Tirando esse pequeno detalhe, AMAY TUDO NESSE FILME. E nem preciso dizer que Loki (Tom Hiddleston)  e Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) vão se encontrar em Thor Ragnarok e meus ovários não vão resistir, né? Que bom…

Recebeu suas 5/5 estrelas com muito orgulho!

Luke Cage

luke-cage

E vamos a mais um seriado da Netflix de mais um personagem da Marvel que eu não conheço. Yay!

Luke Cage é o protagonista a vá do seriado de mesmo nome, entretanto, não foi aqui que o conhecemos. A primeira vez que nos deparamos com este personagem foi em OUTRO seriado da Netflix baseado na Marvel, Jessica JonesJuro que tem hora que eu não sei se fico feliz ou triste ou só cansada mesmo.

luke-cage-02

Como no final das contas vão juntar o Demolidor, o Luke, a Jessica e um tal de Punho de Ferro, num outro seriado chamado Os Defensores ou algo nesse sentido, depois eu reassisto Jessica Jones e faço uma resenha sobre ela.

Agora o importante é falar do Luke.

Luke Cage é um homem e que homem a prova de balas. E super forte. Ele não se encontra mais em Hell’s Kitchen, mas sim no Harlem. E ele vai tentar erradicar a corrupção, o contrabando, as drogas e tudo o mais pela raiz.

No processo ele se ferra lindamente, assim como o Matt se ferra em Daredevil e a Jessica em Jessica Jones, creio que uma previsão de que o Punho de Ferro se ferrará no seriado de mesmo nome quase certa.

Como um todo, eu adoro o personagem. E adoro que a Claire (CLAAAAAAIRE ❤ ) tem um papel ainda mais central que em Daredevil e Jessica Jones. Já disse que eu acho que de todos eles a Claire é a melhor personagem? Pois é. Eu acho. Muito amor por ela.

Enfim. Não consegui comprar a história, na real, não é que achei fraca ou boba, mas é só que caímos, novamente, na minha máxima: Não conheço a história original. Não consegui compreender o hype todo. E achei os primeiros 8 episódios sim você leu certo muito parados. Só bem no finalzinho que eu apertava o botão pra continuar assistindo alucinadamente.

Não sei se o problema foi a quantidade de vilões. Mas tiveram muitos. E eu acho que não entendi muito bem a moral dessa primeira temporada. Hmmm… Acho que o problema pode ser eu.

Gostei, como costumo gostar das coisas feitas pela Netflix, e gostei, como costumo gostar das adaptações dos quadrinhos. Dizer que foi a melhor coisa que já assisti na minha vida? É um exagero, com certeza.

3,5/5 estrelas.

X-Men Apocalypse

X-men apocalypse

O outro filme que assisti foi X-Men: Apocalypse.

Infelizmente não sei se consigo escrever essa resenha sem spoilers, então já peço desculpas de antemão.

Apocalypse é o grande vilão do novo filme da franquia X-Men. Ele é um mutante que consegue trocar de corpo e, com isso, roubar o poder do mutante com quem ele troca o corpo.

Coisas estranhas acontecem na timeline desse filme. Para quem assistiu Days of future past podem se lembrar que o Magneto tenta matar o presidente e a Mística o impede. Esqueça o resto do filme e foque nesta informação, porque é daí que o Apocalypse continua começa? sua narrativa.

Mística, então, torna-se o símbolo dos mutantes, o projeto Sentinela não se inicia e humanos e mutantes vivem em certa paz. Magneto está escondido em algum lugar que ninguém se importa onde e a vida continua para a Escola do professor Charles Xavier.

Quem assistiu a animação dos anos 90 80? de X-Men ficará feliz em perceber que a Jubileu está usando aquela mesma roupa ridícula e extremamente amarela que ela aparece na animação. E pra quem assiste Game of Thrones a Jean Grey é a sonsa Sansa Stark. (ou seria o contrário..?)

Anyways, o Apocalypse é acordado de seu sono profundo e ele vai atrás dos 4 mutantes mais fortes do mundo ele erra miseravelmente na escolha btw e somos apresentados à fofa Tempestade ❤ a atriz já ganhou pontos ao dizer que “exige” ser a esposa do Pantera Negra no filme solo dele, já achei fantástico! (Sim, eles são casados nos quadrinhos, aceitem), Psylocke Sloan Sabbot, ao Arcanjo bicho apelão e temos o retorno do nosso amado, idolatrado, salve salve Magneto.

Apocalypse quer destruir o mundo, o professor Xavier quer salvar o mundo. Tipo, a mesma história dos outros filmes, lembra?

[SPOILER ALERT]

Uma coisa que me deixou extremamente irritada com o filme  é que parece que a FOX está numa campanha pra tornar o Magneto em um herói quando, claramente, ele é um anti-herói! Eles colocaram uma história toda melosinha no meio do filme na qual a esposa e a filha(?!) dele morrem em uma emboscada por humanos e ele se torna mau de novo(?!?!?!?!) até que o Charles precisa dele no final do filme e ele se lembra de que o Charles “viu o bem dentro dele” e resolve ajudar o amiguinho(?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!) Honestamente não sei se isso me agrada ou simplesmente me deixa um pouco revoltada, mas não curti não. Idem para a Mística ser a heroína principal do filme. Outra coisa, por que eles colocaram a roupa original dos quadrinhos na Psylocke – que ficou maravilhosa, btw – e não fizeram o mesmo pela Tempestade? Ou pelos X-Men? OU PELA MÍSTICA!? Vocês não fazem ideia em como eu quero ver o vestido da Mística com aquelas caveiras… Era tão lindo (e eu sei que estou falando do desenho e não da HQ, julguem-me). E, por favor, não me venham com feminismos dizendo que era um absurdo a Psylocke estar com o maiô dela, porque ela tava igual a personagem original e eu adorei! ❤ E acho que é só… -q

Achei o filme em si fraco. Esperava algo como a diversão que foi o First Class ou Days of Future Past. Achei as atuações um tanto quanto fracas, mesmo tendo o James McAvoy, o Michael Fassbender e a Jennifer Lawrence. Acredito que esperava um trabalho melhor desses três e também da computação gráfica, achei a mística desse filme meio meh, mas gostei da atuação da Tempestade, do Mercúrio e da Psylocke.

A história, como eu disse antes, se repete. É o mesmo plot do primeiro e do segundo filme, mas com inimigos novos e personagens novos. Como não sou uma exímia conhecedora de HQs, não entrarei no que deveria ser melhorado ou não, porque, honestamente, não faço ideia se a história condiz com a HQ. Só achei que, como um filme lúdico com personagens que eu conheço da minha infância, o filme deixou a desejar.

3/5 estrelas.

Capitão América: Guerra Civil

Guerra Civil

Finalmente assisti ao filme Capitão América: Guerra Civil e resolvi que seria interessante dar o meu parecer sobre o que achei do filme não que a minha opinião importe para qualquer pessoa -q.

Começamos o filme com uma missão em um país africano e temos nossos queridos Capitão América não gosto dele, Viúva Negra sua linda, Feiticeira Escarlate fofa! e o Falcão não tenho opinião formada sobre ele -q. Claro que, para a situação na qual se baseia esse filme acontecer, a missão não é tão bem sucedida assim. As in morre uma galera. Não que tenha mudado muita coisa de todos os outros filmes de super-herói, mas quem é que está contando?

Corta pra um momento muito estranho tenso do Tony Stark meu amor tendo uma epifania virtual com os pais. Foi estranho, foi tenso e não curti nem um pouco a computação gráfica usada pra fazer ele, MAS foi importante pro plot então a gente eu releva.

Stark conhece uma senhora muito shady que fala que o filho dela morreu por conta dos Avengers e a partir daí o filme inteiro é uma badtrip de sentimentos sem fim. O Stark se sente culpado pelas mortes dos civis e pelo fato de que os Avengers nunca se preocuparam com o que acontecia depois que eles iam embora de cada um dos lugares que eles destruíam salvavam.

Corta pro Steve descobrindo que o Bucky tá vivo e caminhando pelo mundo e Stucky ❤ e tudo meio que começa a dar errado quando junta-se o TeamStark querendo assinar o tratado para tornar os Avengers em propriedade da ONU e o TeamCap querendo salvar o Bucky.

E este é o resumo do filme da Guerra Civil. Dois grupos lutando por coisas completamente nada a ver uma com a outra e que não faz o menor sentido.

O filme em si foi ótimo! A fotografia dele é maravilhosa, o Homem Aranha e o Homem Formiga me fizeram rir o filme inteiro, o Falcão e o Bucky lutando juntos, só que se odiando enquanto faziam isso foi outro ponto alto de diversão. Realmente acho que eles acertaram na escolha do novo Homem Aranha (e eu digo isso sem desmerecer os outros Homens Aranhas, é só que eu amay esse Homem Aranha crianção e zoeiro. Faz o meu ship de SpiderPool ficar ainda mais legal).

Agora, como Guerra Civil? Deixou a desejar. Na minha opinião foram dois grupos de criança que não queriam conversar entre si e resolver os seus problemas. Fiquei bastante irritada com o fato de que o Capitão foi o personagem que fez críticas ferrenhas ao Stark por ele estar tentando proteger os Avengers do jeito deturpado dele, pra no final ele estar fazendo a mesma coisa com Stark e Bucky. E, fala sério, para ser Guerra Civil faltou uma penca de gente. Foram só 6×6. Mal dava graça, vai.

Pontos altos do filme?

Pantera Negra! Adorei o ator e o personagem.

VisãoEscarlate! FOI TÃO FOFINHO QUE EU QUERO MORRER! Até a hora que ela mandou ele pro centro da Terra. E isso é que eu chamo de dar o fora em alguém.

HAWKEYE! Eu simplesmente amo arqueiros, amo o ator e amo a forma irreverente do Gavião Arqueiro. Então, SIM, eu fiquei feliz com revê-lo. Foi muito divertido. E eu não me importo com o que a Marvel/Disney tentaram fazer, meu ship Natasha/Clint teve um momento fofo no filme e eu gritei de alegria. Sorry, not sorry.

E acho que foi basicamente isso. Sofri e quase chorei com o enterro. Vibrei a cada momento e a cada soco dado e recebido e realmente me diverti com o filme. Ao contrário do Batman versus Superman, não achei que o filme ficou confuso, mesmo com todos os milhares de personagens rolando ao mesmo tempo e com a apresentação de dois personagens novos e tals. Provavelmente porque a Marvel fez o caminho contrário da DC e primeiro apresentou os personagens antes de juntar todo mundo num mesmo filme.

4/5 estrelas.