A Lógica Inexplicável da Minha Vida

A Lógica Inexplicável da Minha Vida.jpeg

Sinopse: Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida uma tarefa que parece quase impossível.

Mantenho minha opinião que, primeiro, esse não é exatamente o tipo de livro que eu compraria, mesmo sendo YA e, segundo, que surpresa, que hino, que livro maravilhoso!

Sou muito grata ao Turista Literário por expandir minhas fronteiras e minha visão de mundo. Mesmo sendo uma caixa de livros especializada em Young Adult sempre acaba me surpreendendo com suas escolhas, com histórias diferentes, fora do padrão, que nos fazem refletir sobre nossas realidades.

Inicialmente não achei que iria gostar tanto dos personagens desse livro. Já mencionei aqui que drama não é bem um tema que me apeteça com frequência, mas há momentos na vida que precisamos dele. Pode ser apenas o excesso de drama advindo de Grey’s Anatomy – o que é culpa inteiramente da Nath que me convenceu a assistir a diaba da série – ou pode ser apenas eu tentando wrap my head around tudo o que está acontecendo com a minha vida, mas o que importa é que estou num momento favorável ao drama.

E acabei me reconhecendo nesses personagens. Em todos eles, sem excessão.

A nossa vida muda com frequência, muito mais do que estamos confortáveis em aceitar. E mudanças são absolutamente assustadoras. Toda mudança. Mesmo aquelas mudanças que partem de nós mesmos.

E o livro trata sobre isso. Sobre como um adolescente de 17 anos está conseguindo segurar a barra e viver dia após dia mesmo tendo todas as mudanças sendo jogadas em seu colo com pouco mais do que um frio deal with it.

Acho que é normal se sentir acuado, assustado, sem saber o que fazer. Hell if I know o que estou fazendo na maior parte do tempo enquanto sou obrigada a esperar a boa vontade de outras pessoas para conseguir seguir adiante com a minha vida. E acho que o senhor Benjamin consegue demonstrar muito bem essa imensa confusão em que acabamos nos metendo e sentindo.

Foi um livro que ressoou muito com meu atual estado de espírito. Novamente agradeço às irmãs Sigwalt e toda a equipe do Turista Literário por terem feito mais esse belíssimo trabalho de escolha e de ambientação da história. Choray como uma criança em algumas partes do livro e acho que ele ao mesmo tempo acabou comigo e me ajudou a entender melhor meu momento.

5/5 estrelas.

Rebelde

MLI 2017 Rebelde

Sinopse: Durante o verão de 1861, os exércitos do norte e do sul dos Estados Unidos se preparam para travar o que entraria para a história como a Guerra de Secessão. Rebelde é a fantástica história de como o jovem nortista Nathaniel Starbuck se rebela e luta a favor dos sulistas.

Abandonado pela mulher que julgava amá-lo e afastado da família, Nathaniel chega a Richmond, na Virgínia, capital da Confederação sulista. Lá, depara-se com uma turba acossando nortistas e tenta não se envolver. Porém, quando percebe que seu sobrenome é capaz de gerar uma fúria ainda maior — pois é filho do reverendo Elial Starbuck, grande defensor de ideias antiescravagistas —, é resgatado por Washington Faulconer, um milionário excêntrico que deseja reunir uma companhia de elite para lutar contra os ianques.

Como forma de gratidão, Nathaniel se alista na Legião Faulconer, mesmo sabendo que isso significa ter de lutar contra o próprio povo. Outros cidadãos enfrentam dilemas semelhantes, no entanto, em pouco tempo, todos se renderão ao caos e à violência que dividiu a América em duas.

Mesmo tendo flopado na MLI 2017, terminei de ler esse livro do tio Cornwell. Devo dizer que foi um livro mais difícil do que o esperado para ler, não consegui me convencer sobre o Nathaniel, mesmo gostando muito dele, e achei a história bem arrastada.

O começo do livro trata muito sobre a vida de Nate após ser abandonado pela mulher que o fez perder tudo – seu estudo em Yale, seu estilo de vida, seu país – e se ver no sul dos EUA no exato momento em que a Guerra da Secessão se inicia. Então passamos 60% do livro acompanhando o novo estilo de vida de Nate.

Não que tenha sido ruim, eu particularmente gosto de ver o que acontece com os personagens antes de eles se tornarem importantes, mas o teor religioso é muito carregado nesse livro, então tem alguns momentos que a história se torna excessivamente maçante.

All in all, gostei de conhecer um pouco dessa história, mas não tenho certeza se continuarei a leitura das Crônicas de Starbuck. Pelo menos não no Kindle – e por Kindle eu quero dizer o aplicativo no meu celular e no computador -, porque, pela primeira vez, me causou mal-estar ler o livro digital. A leitura não parecia render nem um pouco.

3/5 estrelas.

TBR – Agosto

Eu sou uma pessoa que não lida muito bem com listas de livros para ler. Pelo menos não listas de livros para o mês. Não acho que eu tenha conseguido realmente seguir nenhuma TBR que montei no meu bullet journal, então… Tenham paciência se as resenhas que aparecerem por aqui não forem exatamente as do mês, ok?

Esse mês coloquei a meta de ler 10 livros, mas no momento a TBR está com apenas 7. Eu PRECISO dessa possibilidade de outros livros, ok? XD

Enfim!

IMG_20170805_161628759

Os livros são: RebeldeO Rei do Inverno, ambos de Bernard Cornwell, ambos da MLI2017 que eu flopei lindamente. O Herói PerdidoA Profecia das Sombras, os dois do tio Rick Riordan. Harry Potter e a Câmara Secreta da J. K. Rowling e para um dos itens do Mini Desafio de LeituraO Beijo das Sombras da Richelle Mead, que recebi da fofa da Luana no Intercâmbio Literário. E A Lógica Inexplicável da Minha Vida do Benjamin Alire Sáenz, que foi o livro da mala comemorativa de um ano do Turista Literário.

E é isso! Torçam por mim aí! ❤

Intercâmbio Literário

Livros

Quando participei da Turistona acabei descobrindo um grupo de pessoas que queriam começar um projeto interessante. Neste projeto, iríamos sortear entre as pessoas do grupo – como um amigo secreto – para podermos mandar livros que queremos desapegar e conhecer novas pessoas, livros e estilos para trocar cartas.

Coisa bem old school mesmo.

E, como hoje foi o dia do segundo sorteio, resolvi contar um pouco da minha experiência no grupo.

No nosso Intercâmbio Literário combinamos que será enviado um livro por mês com algum item que remeta à história do livro. Assim podemos inserir um pouco mais o leitor na história, mais ou menos como o Turista Literário faz.

Eu adorei a ideia e me diverti muito montando o meu simples pacote, mas algumas pessoas deram um passo a mais e mandaram fazer lembranças, colocaram doces, itens regionais, essas coisas. Virou algo muito… exagerado.

Acho que o pessoal se empolgou com a ideia…

IMG_20170726_142218_004

Luana, que foi a pessoa que me tirou, mandou um livro que ela é apaixonada, uma cartinha fofa e esse marca-página de tecido, simplesmente maravilhoso!

Já coloquei o livro na lista de livros a serem lidos nesse ano e espero conseguir lê-lo esse mês o que me lembra que deveria postar a TBR de agosto… Hmmm.

Enfim. Está sendo uma experiência muito agradável participar do grupo e espero continuar por mais meses! ❤

Vamos continuar espalhando a leitura pelo mundo!

Três Coroas Negras

IMG_20170729_184608_891

Sinopse: Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.

Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.

Juro que comecei esse livro sem realmente entender o que se passava e não tendo nenhuma ligação especial com nenhuma das três irmãs. Eu achei um pouco difícil conseguir conciliar o estilo de narrativa de cada irmã e qual eram seus poderes e seus motivos.

Só que depois de alguns capítulos, – e entendam que cada capítulo é narrado por uma das irmãs ou pelas pessoas que receberam o dever de supervisioná-las – a história se torna tão frenética, tão interessante, que, mesmo com uma enxaqueca daquelas que eu só queria morrer na cama, não consegui deixar o livro enquanto não terminei a última linha dele.

E QUE FINAL!

Se eu achava que A Rainha Vermelha me chocou e me tirou o chão, o fôlego, a vontade de viver -q eu mal podia imaginar que este livro faria pior.

Mirabella, a irmã mais velha, a rainha elemental, é a mais insossa das rainhas, na minha humilde opinião, mas é também a mais forte, a rainha em que a dádiva seu poder se desenvolveu primeiro e com uma força que não é vista na ilha há muito tempo.

Katherine, a irmã mais nova, é a rainha envenenadora, que sabe manipular venenos com perfeição e é imune a eles. Ou pelo menos deveria ser. Ao mesmo tempo que tem uma capacidade sobrenatural em criar venenos, sua imunidade a eles é quase inexistente.

E Arsinoe, a irmã do meio, é a rainha naturalista, que deve conseguir um familiar e ter poder sobre tudo o que tem vida, sejam plantas ou animais, porém, como Katherine, ela também tem sérios problemas com sua dádiva.

O livro então narra o ano em que as três rainhas completam 16 anos e é dada a largada para que elas comecem a matança entre si para disputar a coroa.

Muita coisa acontece neste livro, coisas que me deleitaram. Honestamente, ele tem de tudo! Uma dose saudável de romance, traição, intrigas, assassinatos, cortejos, mistérios, reviravoltas e o mais filho da puta de todos os cliff hangers que eu vi nesses últimos tempos.

As últimas páginas desse livro me afetaram de tal forma que eu me levantei da cama e quase joguei o livro pela janela de raiva, felicidade, e desespero.

5/5 estrelas e favoritado! Querendo ler a continuação pra ontem!

TAG Acumulador de Livros

Hoje venho com uma postagem que eu nunca imaginei que faria aqui pelo blog, mas que se vocês gostarem, meus querid@s leitores fantasmas, farei mais!

Responderei a minha primeira TAG literária! ❤

E a TAG da vez foi traduzida pelo Paulo Ratz do Livraria em Casa e eu me diverti bastante com o vídeo dele vão lá assistir! então, vim responder pra vocês.

Livros

E como não podia faltar uma imagem nesse post, vamos de Sheska, minha acumuladora de livros favoritas do anime Fullmetal Alchemist. ❤

Sheska 1

ITENS DA TAG:

1 – Acumulador – Qual livro que você deveria se livrar, mas por alguma razão não consegue? (Orgulho de ter lido? Foi presente? Ainda quer ler? Tem algum laço afetivo?)

Na realidade eu tenho um problema muito grande em abrir mão dos livros que eu tenho e já li, mesmo aqueles que eu não gosto. Então… É uma escolha difícil para esta pergunta, mas estou me esforçando para mudar. – E o grupo de intercâmbio literário que estou participando está me ajudando no processo! Mas essa é uma história para outro dia…

IMG_20170724_162459717

Hoje vou escolher O Senhor da Chuva do André Vianco. Como posso colocar aqui todos os livros dele. A grande questão está no fato de que eu não consigo abrir mão dos meus livros. E, sem or, como eu odiei O Senhor da Chuva. Foram as 268 páginas mais longas da minha vida. Ainda estou juntando coragem pra passar esse livro pra frente.

2 – Colecionador compulsivo – Qual livro ou edição você sonha em ter? (livro raro, autografado, primeira edição)

Essa resposta é fácil… Eu ADORARIA conseguir um livro do Tolkien – de preferência O Senhor dos Anéis – autografado. Mas, né… Como para conseguir isso eu precisaria voltar no tempo ou vender meus órgãos, vou escolher…

IMG_20170724_155034537

Sandman: Os Caçadores de Sonhos autografado pelo Neil Gaiman. Preferencialmente a minha edição deste livro, que já tem uma dedicatória pra lá de maravilhosa de uma das minhas melhores amigas.

3 – Caos confortável – Qual livro da sua estante foi o mais acolhedor?

IMG_20170724_160153819

Hoje, eu devo dizer que o universo de livro mais acolhedor é o de Percy Jackson, ou seja, esse universo maravilhoso – e gigantesco – criado pelo tio Rick. Não somente com os semideuses gregos e romanos, mas englobando os magos egípcios e os semideuses nórdicos e as valquírias. É um lugarzinho que eu gostaria muito de viver. Preferencialmente no Acampamento Júpiter. ❤

4 – Nostalgia – Qual a história interessante que você teve com algum livro que tem na estante?

Não me lembro de nenhuma história interessante com algum livro da minha estante… O que é de certa forma uma tristeza… Vou deixar aqui o primeiro livro d’As Provações de Apolo, pelo fato de que uma amiga acabou recebendo dois volumes iguais e eu desesperadamente o comprei, porque… Sou louca pelo universo dos semideuses, né?

5 – Não toca nas minhas coisas! – Qual livro você não gosta de emprestar ou tem medo de perder?

IMG_20170729_184608_891

Serei obrigada a dizer Três Coroas Negras da Kendare Blake, pelo simples fato de ele ter a capa fosca e ficar completamente manchado de digitais se não for manuseado com MUITO cuidado. Meio que proibi meu pai de lê-lo a menos que ele use a capa protetora do livro…

6 – Ansiedade – Qual livro você ficou tão animado pra ler que não quis nem sair de casa?

Aqui, novamente sou obrigada a dizer Três Coroas Negras. Mas não é como se eu pudesse ter ficado em casa durante os dias em que comecei a ler o livro, minha avó querida acabou tendo um pequeno problema de saúde e eu, como a neta médica, fui obrigada a passar praticamente todos os dias da internação dela ao seu lado. Sem muita leitura enquanto estava lá. Só um dia que consegui fugir que não me aguentei e acabei lendo todo o livro de uma sentada – ignorando a dor de cabeça lancinante que me acometeu.

7 – Compra no impulso – Qual livro você comprou sem qualquer planejamento?

Praticamente todos os livros da Darkside Books. Mas hoje vou de Frankenstein e de Medo Clássico, comprei os dois de uma só vez em uma promoção da Darkside na Amazon. Nem preciso dizer que já tinha um exemplar de Frankenstein e não tinha condição de comprar livros novos na época, né… Foi uma guerra aqui em casa quando os recebi.

E esses foram os meus livros escolhidos para essa TAG! Na verdade muitos livros se enquadram em cada item, mas resolvi tentar manter um livro por item o máximo possível.

Sheska

Gostaram? Se quiserem mais TAGs literárias por aqui, me avisem! E estão mais do que convidados para responderem à TAG Acumulador de Livros. ❤

Até a próxima postagem, onde voltaremos aos livros lidos na MLI 2017!

Estantismo

IMG_20170624_241116345

Hoje eu venho falar um pouco com vocês sobre a Mistery Box Estantismo!

Conheci a Estantismo de alguma forma bizarra em que o meu instagram, com toda a nova técnica de propaganda instagramística, um dia me indicou para seguir.

Como eu fiquei muito triste em começar a assinar o Turista Literário depois de quase um ano da existência dele, resolvi que seria uma boa ideia começar a assinar uma caixinha de livros surpresa quando ela começasse. Primeiro porque ajuda na divulgação e manutenção das caixinhas e, segundo, porque é tão divertido fazer parte de uma comunidade desde a sua criação…

E, é claro, que eu resolvi dar o benefit of the doubt sendo que o conteúdo é focado apenas em um tipo de livro: romance. Não é exatamente o meu estilo de vida literário favorito, mas eu leio praticamente tudo o que para na minha frente por tempo o suficiente, então… Vamos lá!

E a caixinha veio cheia de surpresas! ❤

Primeiramente, pelo que eu entendi, serão sempre dois livros por caixa e, por isso, haverá menos lembrancinhas. Acho que farão um sorteio entre os assinantes para ver quem é que vai receber as lembranças no mês – algo que não é de todo justo, mas que não é o enfoque da caixa. A caixa se torna acessível a partir do momento em que consideramos que são dois livros em uma caixa de R$ 80,00, os livros serão lançamentos do mês e, convenhamos, livros lançamentos não são baratos, então… Vale a pena mesmo sem a possibilidade da lembrança em toda caixa.

Em segundo lugar porque segundamente é muito feio, para os assinantes a caixinha vem com um MONTE de marca páginas. Eu, realmente, não esperava essa quantidade deles. Para quem coleciona – não é bem o meu caso, eu já tentei colecionar, mas… acabo sendo a desastrada de sempre e os perdendo, então… não é pra mim – é uma ótima pedida. Só para o livro Roleta Russa – btw, o primeiro dos dois livros que recebi que estou lendo, esperem resenha em algum momento desse mês – vieram dois marca páginas retangulares e dois quadrados, sendo que um deles com citações dos personagens principais.

Achei a propaganda do livro Momento Errado bem chamativa e fiquei muito curiosa para ler o livro e de certa forma chateada de não vir uma amostra dele na amazon, falhou aí, dona autora! O que me remete ao fato de que a ideia do Estantismo é divulgar o trabalho d@s autor@s parceiros, ou seja, aqueles autores que desejarem, mandarão divulgação do seu trabalho na caixinha! Preparem-se para receber aquela quantidade absurda de informações de outros livros além daqueles que vêm na caixa todo mês!

All in all, achei a caixinha muito bem feita e organizada. Eu, que sou uma péssima pessoa para tirar fotos quando recebo e faço o unboxing das minhas encomendas, não pude mostrar o pacotinho em que os livros vieram ou o cuidado como a caixa foi montada – o Oliver e o Thor adoraram o papel crepom -, mas acreditem-me, ela é muito bem feitinha.

E EU ADOREI O MIMO QUE VEIO NESSA PRIMEIRA CAIXA!

Gente… Essa coisinha estampada de flores brancas é uma capinha para livros! ❤ Tão bonitinha! E pequena, não acho que poderei usar com os livros que eu leio normalmente, mas ela é tão fofinha que eu quero morrer!

Para quem tem um pezinho mais no romance do que essa brutamontes que vos escreve, sugiro darem uma olhadinha no Estantismo! Vocês vão gostar!