Kubo and the Two Strings

Kubo

Sinopse: Kubo vive uma normal e tranquila vida em uma pequena vila no Japão com sua mãe. Até que um espírito vingativo do passado muda completamente sua vida, ao fazer com que todos os tipos de deuses e monstros o persigam. Agora, para sobreviver, Kubo terá de encontrar uma armadura mágica que foi usada pelo seu falecido pai, um lendário guerreiro samurai.

Kubo e as Cordas Mágicas foi nomeado ao Oscar de Melhor Animação e eu ainda estou me perguntando como ele pôde ter perdido esse posto para Zootopia. Sim, Zootopia foi um bom filme, mas só isso. Foi bom. Moana foi infinitamente melhor e mesmo assim não se compara a Kubo!

Kubo passa a primeira parte do filme cuidando de sua mãe, aparentemente apática, e contando histórias para as pessoas que moram na vila. Nunca saindo de casa antes do nascer do sol e sempre voltando para casa antes que o sol se ponha. E é depois do pôr do sol que a magia realmente acontece.

Sua mãe, antes silenciosa e apática, conversa com o filho e conta histórias sobre seu pai, Hanzo, o grande samurai, e como ele deu sua vida para que fugissem das garras do Rei Lua, seu avô materno.

Só que seus momentos de lucidez são poucos e passam muito rápido, deixando em Kubo a impressão que as histórias que ouve de sua mãe são apenas isso, histórias. Começa a duvidar que sua mãe consegue distinguir sonho de realidade e acaba quebrando a promessa de nunca sair depois do pôr do sol.

E é então que ele descobre a verdade. Não são apenas histórias.

Sua vida é a maior história que poderia ser contada e tudo o que sua mãe lhe ensinou era a mais pura verdade. Uma forte magia guia os passos de Kubo, que precisa encontrar a armadura de seu pai e lutar contra seu avô.

GENTE! É muito maravilhoso! ❤

O filme foi feito em stop-motion, que é um estilo de animação que eu simplesmente amo! O Estranho Mundo de Jack Coraline são um dos meus filmes favoritos em todo o universo de filmes em stop-motion e agora dividem esse lugar com Kubo e as Cordas Mágicas.

É um filme que conta sobre a importância da família, das histórias e em como as pessoas podem mudar e escolher o seu próprio caminho, sua própria história.

Chorei demais. ❤

5/5 estrelas.

Zootopia

Zootopia

Zootopia foi um filme de animação da Disney lançado em algum momento neste ano. Só o fui assistir esta semana, então, perdoem-me pela demora em dar minha opinião.

Achei de certa forma interessante que a Disney conseguiu usar animais para lidar com temas preconceituosos. E que nem sempre a pessoa com aparência de mais inocente é realmente inocente.

Como animação em si, amei. Achei muito bem animado, bem feito e com aquele toque Disney de magia. Ver a interação entre os mais diversos animais foi muito interessante.

Agora como história? Achei lugar comum. A Disney tem tentado diversificar suas histórias, seus filmes e tem conseguido tal feito com primor, entretanto, foi como assistir a qualquer outro filme de superação adolescente. Não que isso tenha diminuído o valor do filme, é claro.

Ao contrário do que vi por aí antes de ver o filme, não achei nem um pouco exagerado ou ruim ter conhecido o passado do Nick. Primeiro porque eu amo flashbacks e segundo porque adoro conhecer a história dos personagens secundários. Foi lindo.

Valeu as 4/5 estrelas.