O Navio dos Mortos

O Navio dos Mortos

Sinopse: Nos dois primeiros livros da série, Magnus Chase, o herói boa-pinta que é a cara do astro de rock Kurt Cobain, ex-morador de rua e atual guerreiro imortal de Odin, precisou sair em algumas jornadas árduas e desafiar monstros, gigantes e deuses nórdicos para impedir que os nove mundos fossem destruídos no Ragnarök, o fim do mundo viking. Em O navio dos mortos, Loki está livre da sua prisão e preparando Naglfar, o navio dos mortos, para invadir Asgard e lutar ao lado de um exército de gigantes e zumbis na batalha final contra os deuses. 
Desta vez, Magnus, Sam, Alex, Blitzen, Hearthstone e seus amigos do Hotel Valhala vão precisar cruzar os oceanos de Midgard, Jötunheim e Niflheim em uma corrida desesperada para alcançar Naglfar antes de o navio zarpar no solstício de verão, enfrentando no caminho deuses do mar raivosos e hipsters, gigantes irritados e dragões malignos cuspidores de fogo. Para derrotar Loki, o grupo precisa recuperar o hidromel de Kvásir, uma bebida mágica que dá a quem bebe o dom da poesia, e vencer o deus em uma competição de insultos. Mas o maior desafio de Magnus será enfrentar as próprias inseguranças: será que ele vai conseguir derrotar o deus da trapaça em seu próprio jogo?

Acho que eu esperava muito desse livro. Ou melhor: acho que eu esperava muito da participação especial do Percy nesse livro.

Veja bem, não é que o livro seja sobre o Percy, ou que a participação dele seja imprescindível para o livro, mas é que… sei lá… Achei meio idiota. -q

Como encerramento para uma saga – que aparentemente terá continuidade junto com Percy e cia – foi uma história muito boa! Com todos os detalhes de sempre: um cronograma absurdo, um objetivo insano e muitos monstros tentando matar aqueles personagens que a gente ama. Nada de muito diferente até aí.

A questão é a forma como as coisas se desenvolvem…

Adorei que o tio Rick teve a delicadeza de colocar um pouco mais sobre o islamismo e a crença que a Samirah tem. Hoje, levando em consideração todo o grande problema envolvendo o islamismo, acho mais do que válido colocar um outro lado, uma outra visão. Mostrando que a liberdade religiosa é possível.

E mesmo tendo amado @ Alex Fierro no segundo livro – melhor personagem, com certeza -, me cansei um pouco del@ nesse livro. Não sei se porque o Magnus é um idiota e estava OBVIAMENTE apaixonado por el@ desde a primeira página desse livro, mas fiquei cansadinha da relação entre eles durante essa história.

No mais, adorei o livro! Com certeza mereceu as 4/5 estrelas que recebeu.

E eu preciso saber o que aconteceu pra deixar a Annabeth triste/tensa! Argh! Tio troll Rick ao ataque novamente…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.