A Lógica Inexplicável da Minha Vida

A Lógica Inexplicável da Minha Vida.jpeg

Sinopse: Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida uma tarefa que parece quase impossível.

Mantenho minha opinião que, primeiro, esse não é exatamente o tipo de livro que eu compraria, mesmo sendo YA e, segundo, que surpresa, que hino, que livro maravilhoso!

Sou muito grata ao Turista Literário por expandir minhas fronteiras e minha visão de mundo. Mesmo sendo uma caixa de livros especializada em Young Adult sempre acaba me surpreendendo com suas escolhas, com histórias diferentes, fora do padrão, que nos fazem refletir sobre nossas realidades.

Inicialmente não achei que iria gostar tanto dos personagens desse livro. Já mencionei aqui que drama não é bem um tema que me apeteça com frequência, mas há momentos na vida que precisamos dele. Pode ser apenas o excesso de drama advindo de Grey’s Anatomy – o que é culpa inteiramente da Nath que me convenceu a assistir a diaba da série – ou pode ser apenas eu tentando wrap my head around tudo o que está acontecendo com a minha vida, mas o que importa é que estou num momento favorável ao drama.

E acabei me reconhecendo nesses personagens. Em todos eles, sem excessão.

A nossa vida muda com frequência, muito mais do que estamos confortáveis em aceitar. E mudanças são absolutamente assustadoras. Toda mudança. Mesmo aquelas mudanças que partem de nós mesmos.

E o livro trata sobre isso. Sobre como um adolescente de 17 anos está conseguindo segurar a barra e viver dia após dia mesmo tendo todas as mudanças sendo jogadas em seu colo com pouco mais do que um frio deal with it.

Acho que é normal se sentir acuado, assustado, sem saber o que fazer. Hell if I know o que estou fazendo na maior parte do tempo enquanto sou obrigada a esperar a boa vontade de outras pessoas para conseguir seguir adiante com a minha vida. E acho que o senhor Benjamin consegue demonstrar muito bem essa imensa confusão em que acabamos nos metendo e sentindo.

Foi um livro que ressoou muito com meu atual estado de espírito. Novamente agradeço às irmãs Sigwalt e toda a equipe do Turista Literário por terem feito mais esse belíssimo trabalho de escolha e de ambientação da história. Choray como uma criança em algumas partes do livro e acho que ele ao mesmo tempo acabou comigo e me ajudou a entender melhor meu momento.

5/5 estrelas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s