Carros 3

Carros 3

Sinopse: Surpreendido por uma nova geração de corredores incrivelmente rápidos, o lendário Relâmpago McQueen é repentinamente afastado do esporte que ama. Para voltar com tudo às corridas, ele precisará da ajuda da jovem treinadora de corridas, Cruz Ramirez. Com o seu plano para vencer, mais a inspiração do Fabuloso Doc Hudson e alguns acontecimentos inesperados, eles partem para a maior aventura de suas vidas. O teste final do campeão será na maior prova da Copa Pistão!

Devo dizer que eu não esperava gostar deste filme.

Carros não é exatamente a franquia que eu mais gosto da Disney/Pixar, ainda mais com o que foi Carros 2, então eu realmente não esperava sentir tudo o que senti com a nova história do Relâmpago McQueen.

Fui com minha prima ao cinema, algo que temos feito com alguma frequência sempre que podemos. E, como vou assistir Homem-Aranha com meus pais, sobrou Carros 3.

Se eu adorei o fato de que nós, a Disney e a Pixar estamos ignorando a existência de Carros 2, é claro que adorei! Gente… Nós não falamos sobre Carros 2 tanto quanto não falamos dos filmes de Percy Jackson.

De qualquer forma, lá vamos para mais um filme sobre corrida.

E o McQueen encontrou amigos entre os competidores! Gente… Foi lindo demais ver essa amizade, os três sempre brincando entre si, se divertindo mesmo em um ambiente de alta competitividade. ❤

E eis que surge a nova geração de carros de corrida.

Depois de assistir aos vídeos do SuperCarlinBrothers discutindo as possibilidades de como os novos carros seriam, quais as diferenças e tudo o mais, devo dizer que não entendi exatamente de qual que é a dos novos competidores.

O que importa é que eles são mais eficientes na pista e estão tirando os corredores antigos da jogada.

É claro que o McQueen não quer aceitar isso. Tudo bem se ele terminasse seus dias de corrida por falta de condição, por não conseguir ganhar em uma corrida justa entre os competidores, mas ser forçado a sair? Não. Isso não.

E é assim que ele sofre um acidente durante uma de suas corridas e passa meses longe das pistas.

A grande questão é que o McQueen quer voltar a correr, então ele faz de tudo para voltar às pistas, inclusive se submeter a uma treinadora nem um pouco convencional. Cruz Ramirez, melhor personagem. ❤

Fiquei muito emocionada com todas as cenas em que o Doc Hudson apareceu, e em como o McQueen percebeu que existe mais na vida do que apenas corridas.

Honestamente, foi um filme muito mais emocionante do que eu esperava.

Torço, apenas, para que Disney/Pixar não me inventem um Carros 4, pois foi uma forma maravilhosa de se encerrar uma saga.

4/5 estrelas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s