A Livraria Mágica de Paris

MLI 2017 A Livraria Mágica de Paris

Sinopse: O livreiro parisiense Jean Perdu sabe exatamente que livro cada cliente deve ler para amenizar os sofrimentos da alma. Em seu barco-livraria, ele vende romances como se fossem remédios. Infelizmente, o único sofrimento que não consegue curar é o seu: a desilusão amorosa que o atormenta há 21 anos, desde que a bela Manon partiu enquanto ele dormia. Tudo o que ela deixou foi uma carta — que Perdu não teve coragem de ler. Até um determinado verão — o verão que muda tudo e que leva Monsieur Perdu a abandonar a casa na estreita rue Montagnard e a embarcar numa jornada que o levará ao coração da Provence e de volta ao mundo dos vivos. Sucesso de público e crítica, repleto de momentos deliciosos e salpicado com uma boa dose de aventura, A livraria mágica de Paris é uma carta de amor aos livros — perfeito para quem acredita no poder que as histórias têm de influenciar nossas vidas.

Li este livro para a MLI 2017, no item 4 – Ler um livro escrito por uma mulher. O interessante é que ele poderia muito bem se enquadrar no item de livro que eu não soubesse do que se tratava. Porque, afinal, eu fui enganada.

Quando eu leio a palavra “mágica” logo penso em, obviamente, magia. Daquela ao estilo Harry Potter. Não esperava acompanhar a história de um velho alquebrado que sofria um amor perdido, mas que tinha uma empatia filha da mãe e que conseguia “ler a alma das pessoas”. No sentido de que com uma conversa ele conseguia indicar o livro que a pessoa precisa. Este não é o livro que Gotham quer, mas o livro que Gotham precisa.

Devo dizer que me arrastei durante uns 70% do livro. Não que a história não estivesse remotamente interessante, mas é que um livro só sobre esse redescobrir a viver não é o meu estilo literário favorito. Não me interessei por Perdu ou por Manon. Mas adorei conhecer mais sobre Max e Salvatore. GENTE QUE PERSONAGENS FANTÁSTICAS!

Morri de amores por eles, morri de felicidade com o crescimento deles. ❤ Amei muito.

Max tornou o livro mais suportável.

Não que o livro seja ruim, veja bem, essa não é a questão. O livro é bom, só que não é do meu agrado. Para quem se interessa em ver esse aspecto da vida das pessoas, com certeza vai amar o livro.

Eu só achei que faltou um pouco mais de magia, um pouco mais de livros. Sim, é uma declaração de amor pelos livros, pela leitura, mas senti como se na maior parte do tempo a autora estivesse tentando de forma muito boba encaixar os livros da moda para chamar atenção.

Tirando isso, fiquei interessada e satisfeita com as receitas que aparecem ao final do livro. Se eu tivesse um pouco mais de paciência e dom na cozinha tentaria fazer todas! Já em relação a lista de livros medicamentosos… Não sei se concordo com algumas opções ali.

All in all, 3/5 estrelas.

Primeiro livro da MLI 2017 lido e vamos para o segundo!

*Bônus*

O primeiro desafio do nível Hardcore foi recriar o mais perfeitamente possível a capa do livro que estava lendo. Como estava lendo este livro, tentei recriar a capa dele… E este foi o resultado.

A Livraria Mágica de Goiânia

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s