O Trono de Fogo

O Trono de Fogo

Sinopse: Os deuses do Egito Antigo foram libertados, e desde então Carter Kane e sua irmã, Sadie, vivem mergulhados em problemas. Descendentes da Casa da Vida, ordem secreta que remonta à época dos faraós, os dois têm poderes especiais, mas ainda não os dominam por completo – refugiados na Casa do Brooklin, local de aprendizado para novos magos, eles correm contra o tempo. Seu inimigo mais ameaçador, Apófis, está se erguendo, e em poucos dias o mundo terá um final trágico.

Devo dizer que reler esse livro foi um tanto complexo.

Não pela história em si, mas pelo fato de que minha vida nesta última semana meio que implodiu. O que não foi de todo ruim… 🙂

Mesmo depois de todos os perrengues, acabei conseguindo me mudar de volta para Goiânia e agora só aguardo nem tão pacientemente a minha última nota sair para poder oficializar a minha formatura.

Acontece que nesse meio tempo, acabei tendo que deixar o livro de lado e, como a mudança atrasou muitas horas para sair de Lost, cheguei tarde em Goiânia na sexta-feira, completamente exausta da tensão que foi a saída e a viagem de volta.

Não satisfeita com toda a comoção da mudança, ainda teve almoço de família no sábado e não consegui descansar praticamente nada antes do #EsquentaMLI2017 começar às 16:00.

Ou seja, meus planos meio que floparam antes mesmo da MLI começar, assim que é bom! Para quem não entendeu: o plano era ter lido O Trono de Fogo na sexta-feira para ler o livro de junho do Turista Literário durante o Esquenta e assim meio que diminuir a minha imensa e caótica lista de livros para ler neste ano…

DE QUALQUER FORMA!

Neste livro acompanhamos Sadie e Carter treinando novos magos e descobrindo que têm, novamente, um curto prazo temporal para salvar o mundo. Somos apresentados a alguns dos estudantes dos Kane e a alguns deuses novos.

O plano da vez? Despertar Rá e trazê-lo de volta de sua aposentadoria a tempo para que ele possa lutar contra Apófis e, assim, impedir a destruição do universo.

É claro que, sendo os Kane, as coisas não são nem um pouco simples para eles.

Precisam novamente enfrentar o ódio da Casa da Vida, à desconfiança dos outros nomos frente a decisão de redescobrirem o caminho dos deuses, às sabotagens dos deuses que não desejam o retorno de Rá e ainda têm que se aventurar pelo Duat, seguindo o mesmo caminho que Rá seguia todas as noites em sua jornada.

Demorei bastante para conseguir alcançar um ritmo de leitura decente com esse livro, por todos os motivos que listei no começo da postagem e, também, porque uma grande parte do livro vamos descobrir os problemas de Sadie e seus dois pretendentes e, além disso, ainda tem muita treta de Carter e Zia.

Não que o romance deles no livro seja peça chave realmente para o seguimento da história, mas acabou que achei maçante todas as vezes que a história seguia para este rumo.

É claro que o tio Rick não ia conseguir escrever um livro que eu não me emocionasse. Preciso dizer que mesmo sabendo o que iria acontecer, ainda assim me senti muito triste e chateada com o fato que ocorre neste livro.

4/5 estrelas.

E agora é começar a #TBR da #MLI2017!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s