A Pirâmide Vermelha

IMG_20170622_230054285

E estou relendo As Crônicas dos KaneAgora em edição física! E vocês não imaginam o quanto eu estou feliz folheando essas páginas… ❤

Porque, afinal, só tem um jeito de ler os livros mitológicos do Tio Troll Rick: em ordem cronológica.

Depois de Percy Jackson e os Olimpianos e antes de Heróis do Olimpo, nós somos deliciosamente lançados para dentro da mitologia egípcia. E eu só tenho uma coisa a dizer: YES!

Para quem leu Percy Jackson e os Olimpianos – e provavelmente os outros livros sobre serial killers que o Tio Rick escreveu – sabe o cuidado e a pesquisa com que o tio Rick faz o seu trabalho. Não sei dizer se as coisas que ele escreve aqui são exatamente da forma como ele diz, MAS é nítido que ele pesquisa bastante sobre o que escreve.

E se não sobre a mitologia, ao menos sobre os lugares em que se passam as peripécias de Carter e Sadie. Seriously guys! Eu quero ser como o tio Rick quando eu crescer! ❤

Momento fangirl à parte, vamos à resenha.

O livro se divide entre a narrativa de Carter Kane, o filho mais velho e com características afro-descendentes semelhante ao pai, e Sadie Kane, a filha mais nova e com características caucasianas como a mãe. E já há uma diferença óbvia entre os irmãos que vai além de suas características físicas: Carter cresceu com o pai e Sadie cresceu com os avós maternos.

Só daí já podemos perceber que a forma como eles são, como eles agem e como eles narram são muito diferentes entre si.

Devo dizer que senti uma pequena dificuldade ao começar a releitura desse livro, talvez porque eu ainda estivesse ligada emocionalmente ao Melodia Feroz, ou talvez porque estivesse esperando uma narrativa ao estilo Percy Jackson – mesmo já tendo lido o livro uma vez, acredite, esqueço muitos detalhes. E, ainda assim, quando me dediquei realmente à leitura, li em três dias o livro.

A narrativa é envolvente, como em todos os outros livros do tio Rick – devo dizer que a minha vontade de ler os livros de serial killer dele só aumenta – e os personagens são muito profundos, crescendo de acordo com o decorrer da narrativa, mostrando tantas nuances e detalhes que só mesmo um grande autor consegue passar com sua escrita.

A história tem um início semelhante ao de Percy em seus livros, já que nem Sadie nem Carter sabem o que está acontecendo e que são descendentes de uma linhagem sanguínea importante do Egito antigo. Não fazem ideia dos poderes que têm e muito menos como usá-los. E, falando a verdade, a história se parece um pouco mais do que eu queira admitir.

Tanto Percy quanto os Kane começam sua jornada com o objetivo de salvarem os pais, mas no decorrer da história percebem que mais importante do que salvar a família é salvar o mundo. Aquele pequeno detalhe, sabe?

Mas as semelhanças morrem aí.

Enquanto em PJO, HOO e Magnus Chase os semi-deuses são filhos dos deuses, em CK eles são descendentes dos faraós e por isso com uma grande aptidão para aceitarem os deuses egípcios em seus corpos, como um tipo de “possessão”.

A forma como eles atuam para salvar o mundo tem relação com a magia egípcia – com vários ramos a serem explorados – e suas aptidões baseados no deus que vive dentro deles.

CERTO… Que parágrafos mais confusos… -q

De qualquer forma, eles precisam parar o deus Set que deseja transformar-se em faraó de todo o mundo, para isso destruindo toda a humanidade.

Há muita enganação, traição, morte e destruição, tudo aquilo que realmente importa em um bom livro. -q

Agora, sem exageros, gostei muito da forma como o tio Rick trata sobre o Egito, como ele caracteriza cada deus, cada poder, cada área do universo da mitologia egípcia. O Egito sempre foi um tema que eu gostei, então é só jogar uns “semi-deuses”, um deus mau, um apocalipse… E temos uma Alessandra feliz!

4/5 estrelas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s