O Castelo Animado

Howl's moving castle

Sinopse: Sophie é uma jovem de 18 anos que trabalha sem descanso na chapelaria que era de seu falecido pai. Numa de suas raras idas à cidade, ela conhece Hauru, o Mágico. Hauru é extremamente sedutor, mas de caráter duvidoso. Confundindo a relação entre eles, uma feiticeira lança um terrível encanto sobre Sophie, transformando-a numa velha de 90 anos. Aflita com sua situação, Sophie foge e se torna errante em terras desertas. Acaba por se deparar com O Castelo Animado de Hauru e, escondendo sua verdadeira identidade, consegue ser contratada para fazer serviços domésticos. A “velha senhora”, misteriosa e dinâmica, logo dará nova vida à antiga habitação, na qual vivem apenas um jovem aprendiz, Marko e a pessoa responsável pelo Castelo, Calcifer, o demônio do fogo. Cheia de energia, Sophie faz milagres. Que fabuloso destino a espera? E se sua história com Hauru estiver apenas começando?

Já havia assistido O Castelo Animado há muito tempo, mas como esse ano será o ano de reassistir aos filmes do Studio Ghibli, cá estou eu, novamente feliz e encantada com este filme maravilhoso!

Sophie é uma personagem que conseguimos nos relacionar, mesmo com toda magia que acontece ao seu redor e mesmo com ela. Acontece que ela é uma garota comum, com objetivos comuns. E a última coisa em que pensa é encontrar alguém para ter ao seu lado.

Sua vida é trabalhar na antiga chapelaria de seu pai, conversar com sua irmã e se manter bem. É claro que tudo isso muda quando Howl a encontra e a “salva” das investidas de dois soldados. Com isso ela se torna alvo da Bruxa que perseguia Howl.

Sophie, tendo sido transformada em uma velha, resolve deixar sua vida para trás para não causar problemas para sua família e acaba por se encontrar com o castelo de Howl, onde passa a trabalhar como empregada.

É claro que, se fosse um filme típico de animação, Sophie seria salva por Howl, que obviamente veria através do feitiço que transformou Sophie. Só que estamos falando de Studio Ghibli. E para eles, não é bem assim que funciona a realidade.

Sophie salva a si mesma e, no meio do caminho, salva Howl e Calcifer e consegue até mesmo acabar com a guerra que assolava seu país.

Quem tem o papel secundário na história é, na realidade, Howl, o grande bruxo, assim como seu castelo e todos os que ali moram.

E é muito mais interessante acompanhar a história de uma garota comum que descobre que, na verdade, ela não precisa de um príncipe encantado para poder fugir da sua vida, mas sim perceber que o poder de mudança estava dentro dela desde o começo.

Se no final ela encontrou o grande amor da sua vida, bem, isso é apenas um bônus, não o cerne da história.

Well played, Studio Ghibli, well played.

5/5 estrelas!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s