Até o Último Homem

Hacksaw Ridge.jpg

Não costumo gostar de filmes com temática de guerra, os acho muito fortes para mim, mas devo dizer que fiquei com muita vontade de assistir Até o Último Homem (Hacksaw Ridge no original) quando vi o trailer.

Acho o Andrew Garfield um ótimo ator e nem preciso dizer nada sobre o Hugo Weaving, não é mesmo? ❤ E achei muito interessante ver a guerra pelos olhos de um médico.

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, o médico do exército Desmond T. Doss se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas, porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado. O que faz de Doss o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.

Esse filme foi tão maravilhoso, tão cheio de discussões sobre a realidade da guerra, sobre como as pessoas sentiram-se compelidas a alistar-se para defender seu país, o mundo e, principalmente, seus ideais.

Ver a atitude de Desmond durante todo o período de treinamento e da batalha foi de uma forma tão genial e, por que não, carinhosa que me impressionou, me tocou muito profundamente. Uma pessoa que se recusa a pegar em armas, mas que mesmo assim foi tão crucial para a sobrevivência e para a tomada de um dos principais campos do Japão.

Foi simplesmente mágico.

Chorei demais com o filme, ainda mais quando vi que era baseado em fatos reais e que Desmond Doss foi o primeiro Opositor Consciente a receber a Medalha de Honra do Congresso, a maior honraria que valoriza a coragem em campo de batalha nos Estados Unidos.

Um Opositor Consciente é o nome dado a qualquer pessoa que por motivos de consciência, religião ou ideais se recusa a alistar nas forças armadas. O mais interessante do filme é que Desmond quis se alistar, foi voluntário e apenas desejava ser médico do exército. Tecnicamente não havendo lugar para ele no campo de batalha, tendo em vista a sua recusa em pegar armas.

É um filme que vale a pena assistir, mesmo com o plano de fundo religioso e da guerra, ele traz muitas reflexões para nós.

5/5 estrelas e torcendo por ele no Oscar!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s