A Hora das Bruxas II

E continuamos a acompanhar o Talamasca, Michael e a dra. Rowan Mayfair no segundo volume d’A Hora das Bruxas de Anne Rice.

A Hora das Bruxas II.jpg

Sinopse: A Talamasca, um grupo com poderes extrassensoriais voltados para o bem, durante séculos pesquisou a vida da família Mayfair, uma dinastia de bruxas que começou no século XVII, na Escócia, transplantou-se para o Haiti e de lá para a fantasmagórica Nova Orleans. É através dos seus volumosos arquivos que vamos descobrir essa saga de seres decadentes e mórbidos, convivendo pacificamente com o incesto e as tempestades e um espírito, meio divindade céltica, meio demônio, chamado Lasher.
Anne Rice mais uma vez prova por que é a mestra do gótico contemporâneo, dominando, ao mesmo tempo, as rédeas do drama, da inspirada sexualidade e do fantástico.

Mas… Essa não era a sinopse do primeiro livro..?

Well… Sinopses iguais à parte, o que importa é o conteúdo do livro! Não é..?

Enquanto no primeiro volume nos deparamos com a história da família Mayfair revolvendo ao redor da pequena e desmiolada Deirdre Mayfair, no segundo volume vemos mais de Rowan, seu relacionamento com Michael, Lasher e o Talamasca. Preciso dizer que o Aaron é um personagem que me cativa.

[INÍCIO DOS SPOILERS]

Como já disse na sinopse de Cântico de Sangue, Michael e Rowan se casam! É muita felicidade pra uma pessoinha como eu! Foi tão lindo, foi tão romântico, foi tão fantasticamente tudo o que eu esperava que fosse!

Pelo menos antes da história tomar o seu fatídico rumo à desconstrução da melhor personagem Mayfair e do nascimento do primeiro Talto.

O que mais me deixou impressionada com o livro foi a forma como a tia Rice conseguiu descrever a capacidade humana de se enganar. Seja através de fatos ocorridos ou que podem via a ocorrer. O poder da mente sobre o corpo.

Esse é o ponto chave da história dos Mayfair, na verdade. Como a mente pode transmutar a matéria e suas vontades e suas crenças.

Foi fantástico ver como cada uma das personagens se enganava ao ponto de acreditarem ter o poder para lidar com Lasher. Para lutar contra ele. Para impede-lo de seus feitos, seus planos.

[FIM DOS SPOILERS]

Se eu fiquei feliz com a forma como o livro acabou ou como as coisas se desenvolveram no final, for that matter? Não, não fiquei. Fiquei um tanto decepcionada com esta ser a conclusão do livro, para ser bem sincera. E, como eu disse, a desconstrução da personagem Mayfair mais legal me deixou bem chateada.

Mas foi um livro bom para se ler. O último capítulo do livro, escrito por Michael, foi de uma sensibilidade tamanha e que traz discussões que podem ser empregadas sobre a nossa realidade.

4/5 estrelas, muito a contragosto.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s