República de Ladrões

Para o item 11. Um livro de uma trilogia ou série escolhi o livro Nobres Vigaristas – República de Ladrões.

11. República de Ladrões

Sinopse: Envenenado e à beira da morte, Locke Lamora segue para o norte com seu parceiro, Jean Tannen, em busca de um refúgio e de um alquimista para curá-lo. Porém a verdade é que ninguém pode salvá-lo. Com a sorte, o dinheiro e a esperança esgotados, os Nobre Vigaristas recebem uma oferta de seus arquirrivais, os Magos-Servidores.
As eleições do conselho dos magos se aproximam e as facções precisam de alguém para fazer o trabalho sujo, manipulando os votos. Se Locke aceitar, o veneno será purgado de seu corpo com o uso de magia – mas o processo será tão excruciante que ele vai desejar morrer.
Locke acaba cedendo ao saber que o partido da oposição contará com uma mulher do seu passado: Sabeta Belacross, a única pessoa capaz de se igualar a ele nas habilidades criminosas e mandar em seu coração. Novamente em uma disputa para ver quem é o mais inteligente, Locke precisa se decidir entre enfrentar Sabeta ou cortejá-la, e a vida dos dois pode depender dessa decisão.
República de Ladrões leva o leitor ao início da vida de Locke enquanto flerta com o seu fim, revelando todos os matizes de Sabeta e de seu relacionamento com o líder dos Nobres Vigaristas. Misturando momentos tensos e cômicos do passado e do presente, esta obra é, até agora, a melhor de Scott Lynch.

Muitas surpresas neste livro.

Adorei a linha de narrativa, indo e voltando na história do Locke. O pouco do espetáculo República de Ladrões me deixou muito curiosa para saber sobre ele por completo o que infelizmente não vai acontecer e adorei o fato de que é aqui, neste livro – que eu julguei erroneamente ser o último – que finalmente pude ver os Nobres Vigaristas como pessoas de verdade e não uma engrenagem perfeitamente ajustada para roubos.

Foi fantástico ver que SIM os gêmeos tiveram seu momento de ódio mútuo, que todos eles eram adolescentes normais com problemas muito normais hormônios e que o Correntes não era assim um “pai” perfeito. Simplesmente lindo.

Algumas coisas, entretanto, não foram tão perfeitas quanto eu havia imaginado.

Sabeta, por exemplo, não foi toda a coca-cola que eu imaginava que seria. O que, de certa forma, é ótimo. Só mostra que o tio Scott conseguiu criar uma mulher real, absolutamente irritante e poderosa, mas inconstante. Como mulheres costumam ser. Guiadas pela eterna batalha entre razão e emoção – e como foi perfeito perceber que na maior parte do tempo ela dá um chega pra lá na emoção e chuta a bunda do Locke e do Jean de formas geniais.

O final foi absolutamente não convencional e imprevisível e me deixou chocada. Ainda mais quando descobri que tem mais Locke Lamora e Jean Tannen vindo por aí! ❤

Um livro fantástico de um anti-herói muito carismático. Mais um amiguinho pro querido Artemis Fowl mas essa é outra história.

A Editora Arqueiro tem conseguido me dar ânimo a voltar a comprar livros traduzidos (tenho um relacionamento de amor e ódio com livros traduzidos, mas isso não vem ao caso) e, tirando um pequeno probleminha técnico com minha edição, o trabalho dela é impecável (valendo a pena dizer que o SAC foi muito solícito com meu questionamento). Faith in humanity!

4/5 estrelas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s