Dália Negra

Dália Negra de James Ellroy foi o escolhido para o item 13. Um livro com uma cor no título.

13. Dália Negra

Sinopse: Em 15 de janeiro de 1947, o corpo torturado e estuprado de uma bela jovem é encontrado num terreno baldio de Los Angeles. A vítima aparece nas manchetes como a Dália Negra, e a busca por seu assassino transforma-se na maior caçada humana da história da Califórnia. Obcecado por este crime hediondo, James Ellroy durante anos dedicou-se a investigar por conta própria o assassinato. Partindo dessas informações, escreveu seu livro de estréia. Um romance noir maravilhoso, que o transformou imediatamente em um grande sucesso de crítica.

Em Dália Negra acompanhamos a história dos policiais Lee Blanchard, o Sr. Fogo, e Bucky Bleichert, o Sr. Gelo. O narrador, Bucky, nos conta sua história de delator a policial e de boxeador a detetive, de como conheceu Lee, das lutas de boxe clandestinas e da Grande Luta entre o Sr Gelo e o Sr Fogo.

E, claro, nos é apresentado o caso da Dália Negra.

Bucky não está satisfeito com o fato de ser retirado dos seus serviços padrões para auxiliar na caçada ao assassino de Dália, mas não há muito o que se fazer quando Lee se decide a fazer algo. Como poderia dizer não ao seu parceiro?

Além de toda a história que se desenrola sobre o assassinato, há muito por trás. A cada página virada desvendamos mais sobre o passado de Lee, Bucky e Kay. Temos problemas com antigos informantes, com presos e com figuras importantes da alta sociedade.

Em relação à história em si, tive uma grande dificuldade em me situar no período descrito (Los Angeles entre 1946 e 1949), além de não conseguir focar na quantidade absurda de personagens e intrigas e inceptions (histórias dentro das histórias). O final do livro… foi meio absurdo, assim como eu esperava de um romance policial sobre um dos casos mais famosos e que não foi realmente solucionado, entretanto, pareceu que faltou alguma coisa. Foi forçado demais.

E os backgrounds extremamente suspeitos de TODOS os personagens nos deixa sem saber em quem confiar. Nem mesmo o Bucky se salva. É difícil.

Ao mesmo tempo em que torna os personagens em algo mais humano.

Ganha 4/5 estrelas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s